Categorias
Saúde Destaque3

Cobertura vacinal contra sarampo atinge 88% do público alvo

O balanço parcial da campanha nacional contra o sarampo aponta que 88% das crianças entre 1 e 2 anos receberam pelo menos uma dose da vacina contra a doença. Essa faixa etária é utilizada como parâmetro para acompanhar a cobertura vacinal em todo o país.

O Dia D, realizado no último sábado (19) em parceria do Ministério da Saúde com as secretarias estaduais e municipais de saúde, tem como objetivo reforçar a importância da vacinação de crianças de 6 meses a menores de 5 anos. Para esse público, a mobilização continua até o dia 25 de outubro.

Em Fortalez, a ação, realizada pela Secretaria Municipal de Saude (SMS), teve por objetivo intensificar e fortalecer a campanha nacional de combate à doença. Nesta primeira fase, que segue até sexta-feira (25), o foco são as crianças de seis meses a 4 anos, 11 meses e 29 dias, que ainda não foram imunizadas ou estejam com esquema de vacinação incompleto.

As crianças são mais suscetíveis às complicações da doença, que podem evoluir para óbito. Nos últimos 90 dias, foram confirmados 13 mortes pela doença no Brasil, sendo sete (53,8%) em menores de cinco anos de idade, dois (15,4%) na faixa etária de 20 a 39 anos e quatro (30,8%) em adultos maiores de 40 anos.

Ainda de acordo com o último boletim epidemiológico de sarampo, do Ministério da Saúde, o Brasil registrou, nos últimos 90 dias, 6.192 casos confirmados de sarampo, o que corresponde a aumento de 15% em relação ao período de monitoramento anterior. Vinte estados estão na lista de transmissão ativa da doença e 96% dos casos confirmados estão concentrados no estado de São Paulo, em 192 municípios

O Ministério da Saúde distribuirá neste ano 60,2 milhões de doses da vacina tríplice viral, que previne contra sarampo, rubéola e caxumba, representando a maior oferta de vacinas contra o sarampo dos últimos 10 anos.

A segunda fase da Campanha está prevista para iniciar no dia 18 de novembro. Será direcionado para adultos na faixa-etária de 20 a 29 anos que não estão com a caderneta de vacinação em dia.

*(Com informações do Ministério da Saúde)

Categorias
Saúde Destaque3

Avanço em Tejuçuoca: prefeitura implanta Programa Saúde Online

A prefeita de Tejuçuoca, Heloide Estevam, ao lado do deputado estadual Edilardo Eufrásio (MDB), lançou, nessa segunda-feira, o Programa  Saúde Online. O novo sistema de dados do atendimento da saúde do município fica, agora, totalmente informatizado.

Com o sistema, segundo a prefeita Heloide, os  pacientes atendidos tanto no Hospital municipal, quanto nos postos de saúde, serão cadastrados em tempo real e o município terá o histórico completo de cada usuário.

Heloide destaca, ainda, que o sistema vai otimizar o atendimento com relação ao tempo de espera, bem como dará à população um calendário de agendamento gerando mais qualidade no serviço e economia. Foram investidos cerca de R$ 800 mil (oitocentos mil reais) na implantação de equipamentos e na capacitação dos profissionais da saúde.

 

Categorias
Interior

Planejamento Regional da Saúde tem início no Cariri

O cenário situacional e os processos de organização das ações e serviços nas Regiões de Saúde serão a pauta do encontro de Planejamento Regional em Saúde do Cariri realizado pela Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa) em Juazeiro do Norte nesta terça(15) e quarta-feira (16).

O Planejamento tem como objetivo organizar as ações e serviços de saúde no âmbito regional, com apoio à Governança Regional, impulsionando o desenvolvimento dos territórios na perspectiva de equidade em serviços de saúde no Estado do Ceará.

Estarão presentes o secretário da Saúde, Carlos Roberto Rodrigues Martins Sobrinho (Dr. Cabeto) e o secretário executivo de Vigilância em Saúde, Marcos Gadelha. Além dos gestores, o encontro terá a participação de técnicos da Sesa e dos municípios, coordenadores regionais de saúde, prefeitos e secretários de saúde dos 45 municípios que integram a Macro Cariri e representantes do Ministério da Saúde e do Conselho Estadual de Saúde.

Serviço:

Planejamento Regional em Saúde do Cariri

Data: terça-feira, 15 de outubro

Horário: 8h30 às 17 horas

Local: Imperial Palace Hotel – Av. Leão Sampaio, km 04 (Rodovia Juazeiro do Norte/Barbalha), Juazeiro do Norte – CE

Data: quarta-feira, 16 de outubro

Horário: 8h30min, às 17 horas

Local: Cerest – Rua Tabelião João Machado, 195, Santa Tereza, Juazeiro do Norte

*(Com informações do Governo do Estado)

Categorias
Saúde

Gestores públicos e privados debatem desafios da segurança alimentar em conferência estadual

Os desafios da segurança alimentar estão em debate, entre os dias 8 e 10 deste mês, em Fortaleza, durante a VI Conferência Estadual de Segurança Alimentar e Nutricional (Cesan). Promovido pelo Conselho Estadual de Segurança Alimentar e Nutricional (Consea), colegiado vinculado à Secretaria da Proteção Social, Justiça, Cidadania, Mulheres e Direitos Humanos (SPS), o evento reúne cerca de 350 gestores públicos e privados dos 184 municípios cearenses.

A abertura será às 17h desta terça-feira (8), com a presença da titular da SPS, Socorro França, e palestra da professora da Universidade Estadual do Ceará (Uece), Marlene Marques Ávila, com o tema Agenda de segurança alimentar e nutricional: Desafios e possibilidades. As mesas redondas e trabalhos de grupos acontecem na quarta e quinta-feira.

Resultado de 55 conferências municipais, 101 reuniões municipais ampliadas e 14 encontros territoriais no Estado, a VI Cesan busca ampliar e fortalecer os compromissos políticos à promoção da soberania alimentar, abordando o direito à alimentação adequada, assegurando a participação social e a gestão intersetorial na política e no sistema de segurança alimentar e nutricional no Estado.

Categorias
Médico Henrique César Destaque2

“Desumano”, diz Henrique César sobre negativa de tratamento a senhora de 93 anos

Estarrecedor, desumano, exemplo da falta de caridade e falta de amor ao próximo. É, assim, que reage, em seu comentário nesta terça-feira (8), no Jornal Alerta Geral (Expresso Fm 104.3 na Grande Fortaleza + 26 emissoras no Interior + Redes Sociais), o médico e professor universitário Henrique César, ao relatar o drama de familiares de uma senhora de 93 anos de idade que teve negado atendimento no Instituto do Câncer, em Fortaleza, por não apresentar, no próprio nome, um comprovante de residência.

Henrique disse que, em tanto tempo de atividade profissional, nunca tinha visto tamanho absurdo, nem se deparado com cena tão triste, principalmente, partindo de uma instituição que recebe recursos públicos.

Com esse mau exemplo, o sistema de saúde, segundo Henrique, exige mudanças urgentes. Henrique lamenta, ainda, que, ao mesmo tempo que constrói uma obra faraônica, a instituição nega um tratamento tão urgente e necessário.

Confira mais informações com o médico e professor universitário Henrique César na íntegra:

Categorias
Saúde

Ministério da Saúde inicia mais uma fase da pesquisa sobre saúde alimentar das crianças

Começa nesta segunda-feira (7) a penúltima etapa de um levantamento inédito do Ministério da Saúde para saber como está a situação de saúde e nutrição das crianças de até 5 anos de idade. Serão medidos  o peso, a altura e será realizada a coleta de sangue para mapear a situação de saúde desses brasileiros em todo o país.

Na etapa que se inicia hoje, serão visitadas 2.170 residências nos estados do Maranhão, Piauí, Ceará, Pará e Amapá, que integram o sexto ciclo do Estudo Nacional de Alimentação e Nutrição Infantil (Enani).

Desde março, 11.300 casas em 17 estados já receberam a visita dos pesquisadores. Até o fim do ano, todas as unidades da Federação serão alcançadas pelo estudo. Alagoas, Paraíba, Pernambuco, Rio Grande do Norte e Sergipe finalizam a pesquisa com a última fase a partir de novembro. No total, serão estudados 15 mil domicílios em 123 municípios de todo o país.

Segundo o Ministério da Saúde, para confirmar a identidade do pesquisador, que estará com camisas e crachá com o logotipo do ministério, a pessoa pode ligar na hora da visita para o telefone 0800 808 0990.

Assim que chega ao local, o entrevistador explica os procedimentos e entrega um Termo de Consentimento Livre e Esclarecido, com detalhes da pesquisa e orientações de como entrar em contato com a coordenação para tirar dúvidas.

*(Com informações da Agência Brasil)

Categorias
Saúde Destaque2

Pacientes de 80 dos 184 municípios do Ceará se deslocam a outro município para obter serviços de saúde

Dos 184 municípios do Ceará, 80 encaminham pacientes da atenção básica para a realização de exames médicos em outras cidades. Os dados são da Pesquisa de Informações Básicas Municipais (Munic) 2018, divulgada pelo Instituto Brasileiro de Pesquisa e Estatística (IBGE). Em termos percentuais, 43% dos municípios realizam o intercâmbio.

Além disso, 74 cidades (40% do total) enviam pacientes para internação em outras localidades. A maioria desses municípios (44%) tem pacientes encaminhados por equipes de Saúde da Família, e 41% por setores específicos das secretarias municipais de saúde.

Segundo o IBGE, em relação aos serviços de emergência, 35,3% dos municípios cearenses (65 cidades) fazem o transporte ou o referenciamento de pacientes para unidades de saúde pública de outros municípios; e 10,9% (20 cidades), a serviços privados conveniados com o Sistema Único de Saúde (SUS).

Categorias
Saúde Destaque3

Governador sanciona leis da Plataforma de Modernização nesta segunda-feira (30)

Nesta segunda-feira (30), o governador Camilo Santana sancionará as leis de integração das regiões de saúde e da nova estrutura de organização da Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa). A solenidade de assinatura das leis será às 9h30, no Palácio da Abolição.

As duas leis fazem parte da Plataforma de Modernização da Saúde e tiveram suas propostas aprovadas na Assembleia Legislativa do Ceará no último dia 5 de setembro. Uma delas dispõe sobre a integração, no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS), das ações e dos serviços públicos de saúde do Estado e dos 184 municípios, divididos em regiões de saúde. Há também a adequação da estrutura organizacional da Sesa, resultado do novo modelo de gestão da Saúde. O objetivo é planejar e formular as políticas públicas da Saúde.

A Plataforma de Modernização da Saúde foi lançada pelo governador Camilo Santana e o secretário da Saúde, Dr. Cabeto, em 19 de agosto deste ano, e tem investimento extra de R$ 600 milhões para sua implantação. A finalidade é facilitar o acesso da população aos serviços públicos do setor, transformando-o em um atendimento mais humanitário e eficiente.

Serviço:

Assinatura das Leis da Plataforma de Modernização da Saúde
Data: Segunda-feira (30 de setembro de 2019)
Horário: 9h30
Local: Palácio da Abolição (acesso pela rua Silva Paulet, 400)

 

Categorias
Saúde

Comissão de Saúde debate prevenção de câncer no aparelho digestivo

A Comissão de Seguridade Social e Saúde da Assembleia Legislativa realiza audiência pública nesta quarta-feira (25/09), às 14h, para debater acerca dos riscos, bem como das formas de prevenção e diagnóstico do câncer do aparelho digestivo. A discussão acontece no Complexo de Comissões Técnicas e atende requerimento do deputado Walter Cavalcante (MDB).

De acordo com o parlamentar, a iniciativa visa promover ações de combate ao câncer do aparelho digestivo e estimular a conscientização na população para que busque atendimento médico, tendo em vista qualidade de vida.

O deputado assinala que o câncer não é causado por um único motivo. Segundo ele, a doença pode ser provocada por outros fatores, como predisposições genéticas, fatores ambientais e hábitos pessoais não saudáveis.

Walter Cavalcante reforça a importância do exame preventivo. Segundo ele, caso seja identificada alguma anormalidade, é mais fácil tratar de forma simples e rápida, evitando a participação em quimioterapia, entre outros procedimentos dolorosos.

Entre as instituições convidadas estão representantes da Secretaria de Saúde do Estado, e da 1ª  Promotoria de Justiça de Defesa da Saúde Pública.
LV/CG

Categorias
Saúde

Hospital Regional do Cariri é reconhecido como 10º melhor hospital para se trabalhar no Brasil

O Hospital Regional do Cariri (HRC) é reconhecido como um dos melhores hospitais para trabalhar no Brasil. A premiação Great Place to Work (GPTW) – As Melhores Empresas para Você Trabalhar – categoria Hospital ocorreu nessa segunda-feira (16), em São Paulo. Foram selecionados 162 hospitais, sendo o HRC o único da rede pública nessa categoria.

A pesquisa de satisfação aplicada pelo GPTW no Hospital Regional do Cariri ouviu os 1.500 colaboradores da unidade. Dos 162 hospitais, o HRC ficou na 10ª posição do ranking. O Hospital Regional do Cariri foi anunciado entre as empresas mais bem avaliadas pelo Índice de Felicidade no Trabalho (IFT) na categoria Saúde. Esta é a terceira vez em que o HRC é premiado entre os melhores hospitais do Brasil.

Estiverem presentes no evento, o presidente do Instituto de Saúde e Gestão Hospitalar (ISGH), Flávio Deulefeu, o diretor de Gestão do Atendimento do HRC, Bergson de Brito Moura, e o coordenador da Unidade de AVC, Gustavo Vieira Rafael.

Com a gestão por meio de Organização Social, as metas e resultados são estabelecidos através de um contrato feito com o ISGH. Foi a experiência com o Hospital Geral Waldemar de Alcântara, o primeiro da rede pública do estado sob esse modelo de gestão, que levou o Governo do Ceará a adotar o mesmo para o Hospital Regional do Cariri.

Com perfil terciário, para atender toda a população dos 44 municípios da macrorregião, o hospital funciona a 550 quilômetros de Fortaleza, no triângulo que liga os municípios de Juazeiro do Norte, Crato e Barbalha.

*(Com informações do Governo do Estado)