Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O presidente interino do PSDB, senador Tasso Jereissati (CE), disse nessa terça-feira que o governo quer “uma folguinha” ao elevar o deficit fiscal previsto para este ano.

A equipe econômica deve anunciar nesta terça uma meta fiscal com um deficit superior aos R$ 139 bilhões previstos para este ano. As previsões vão de um rombo entre R$ 159 bilhões e R$ 170 bilhões. O ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha, nega que o governo esteja trabalhando com um saldo negativo de R$ 170 bilhões nas contas públicas e fala em cifra inferior.

Tasso disse ter deixado “bem clara” sua posição sobre o governo ao presidente Michel Temer. Os dois se reuniram na semana passada na casa do empresário Abilio Diniz, em São Paulo.