Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

A decisão da Justiça de liberar o transporte individual de passageiro pelo aplicativo Uber, motivou uma manifestação na tarde dessa terça-feira em Fortaleza. Inicialmente pacífica, tornou-se violenta no fim da tarde, com a adesão de mais taxistas que ocuparam,  o entorno do Aeroporto Internacional Pinto Martins, em Fortaleza. A categoria queimou pneus e pedaços de madeira e atrapalhou o trânsito na região.

Para garantir a segurança, viaturas do Batalhão de Polícia Rodoviária Estadual e do Corpo de Bombeiros foram deslocadas ao local. A manifestação dos taxistas começou a ser divulgada nas redes sociais após a Justiça ter liberado o aplicativo Uber. O presidente do sindicato que representa a categoria, Vicente de Paula Oliveira, disse que o movimento não foi organizado pela entidade trabalhista.

No entanto, ele afirmou que o aplicativo gera uma “concorrência desleal”, e que a entidade ingressará com uma ação no Ministério Público do Ceará, para tentar derrubar a liminar que autorizou a circulação dos motoristas do aplicativo. A Prefeitura de Fortaleza também anunciou nessa terça que recorrerá da decisão.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp