Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Um artigo produzido por pesquisadores da Universidade Federal do Sergipe, e publicado na revista cientifica The Lancet, mostra que, dentre as 50 cidades do Brasil com maior risco de infecção para a Covid-19 em grávidas e puérperas, sete estão localizadas no Ceará. São elas: Cariré, Coreaú, Forquilha, Moraújo, Reriutaba, Sobral e Uruoca. O levantamento foi feito baseado em dados relacionados a óbitos e casos da doença no grupo citado, durante 16 meses.

Com o uso de técnicas de estatística foi usdentidicado os 50 municípios do Brasil nos quais as taxas de incidência da Covid, entre os dias 26 de março de 2020 e 26 de junho de 2021, são consideradas muito altas entre gestantes e puérperas.

Na análise, os pesquisadores investigaram a distribuição espacial dos casos e das mortes maternas relacionadas à Covid e a associação destas ocorrências com os determinantes sociais de saúde, como o índice de vulnerabilidade social. Também foram considerados fatores sociais como porcentagem de pessoas vivendo em casas com serviços inadequados de fornecimento de água, rede de esgoto, coleta de lixo, taxa de desemprego.

Os dados utilizados na investigação são oriundos do Sistema de Informação da Vigilância Epidemiológica da Gripe do Ministério da Saúde (SIVEP). Nesse intervalo, o Brasil teve 13.858 casos de Covid em mulheres grávidas e em pós-parto e 1.396 mortes desta população.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp