Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Fortaleza registrou 8.465 mil casos de diarreia aguda. No Estado, 119.565 foram atingidas, segundo o boletim da Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa). A doença atinge, preferencialmente, crianças e idosos. Foram registrados surtos em 17 cidades do Estado. Depois da Capital, Sobral, na Região Norte do Estado, aparece com maior número de casos – 4.097 casos de Doença Diarreica Aguda (DDA).

A transmissão da doença pode ocorrer por vírus ou bactéria ou mesmo por meio do contato com pessoas infectadas ou animais e ainda contágio indireto, pela água ou objeto contaminados. Segundo a Sesa, o período de chuvas é mais propício para aumento da transmissão da doença.

O período das chuvas é propício para o aparecimento da doença, principalmente em áreas sem saneamento básico. O esgoto corre a céu aberto e invade casas. A falta de higiene é fundamental. Os acometidos podem causar quatro ou mais evacuações por dia em crianças e idosos. Os casos podem se agravar em pessoas com doenças imunodepressoras, como HIV ou tuberculose.

A orientação da Sesa é ter atenção redobrada com a higiene, principalmente quanto a  manipulação dos alimentos e ainda nos ambientes comuns como escolas, prédios públicos e locais com grande concentração de pessoas como ratos, baratas, moscas e formigas.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp