Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, concedeu habeas corpus, na noite dessa terça-feira, para mais três pessoas que haviam sido presas na Operação Ponto Final. Os beneficiados são: Rogério Onofre, ex-presidente do Departamento de Transportes Rodoviários do Rio (Detro); Dayse Deborah, esposa de Rogério; e David Augusto da Câmara Sampaio, policial civil aposentado e gestor da Trans-Expert.

Gilmar Mendes determinou, para os três investigados, o recolhimento domiciliar, retenção de passaporte e proibição de contato com outros investigados na ação.

A Operação Ponto Final investiga o pagamento de propinas por parte dos empresários de ônibus a políticos, entre eles o ex-governador Sérgio Cabral (PMDB) em troca de vantagens.

Na sexta-feira, Gilmar Mendes concedeu habeas corpus para libertar o empresário Jacob Barata Filho e o ex-presidente da Fetranspor Lélis Teixeira. No sábado, o ministro estendeu a decisão para outros quatro investigados: Cláudio Sá Garcia de Freitas, Marcelo Praça Gonçalves, Enéas da Silva Bueno e Octacílio de Almeida Monteiro

Com informações O Globo