Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

A Câmara dos Deputados acabou barrando a denúncia de corrupção passiva contra o presidente Michel Temer (PMDB). Já na votação da bancada do Rio de Janeiro, o total de votantes a favor do presidente já totalizava mais de 170 votos impedindo assim que a oposição alcançasse os 342 votos necessários para que o processo contra o presidente continuasse no Supremo Tribunal Federal (STF).

A votação ainda não chegou ao fim, mas a decisão já ocorreu com o voto do deputado Aureo (SD-RJ), que se manifestou contra a denúncia. Sem os 342 votos necessários para sua continuidade no Supremo Tribunal Federal (STF), o processo ficará parado até que Temer deixe a Presidência.

No total, 15 partidos (PMDB, PP, PR, PSD, DEM, PTB, PRB, PSC, Pros, SD, PEN, Pode, PTdoB, PSL e PRP) orientaram o voto sim, de acordo com o parecer do deputado Abi-Ackel, enquanto dez partidos (PT, PSDB, PSB, PDT, PCdoB, PPS, PHS, Rede, Psol e PMB) orientaram o não, favorável à continuidade do processo contra o presidente. Apenas o PV liberou a bancada para que cada deputado decida individualmente. Ao todo, registraram presença no plenário 404 deputados. Cada deputado teve 15 segundos para votar.

 

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp