Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Fim da maior recessão econômica brasileira. É o que afirmou na última quarta-feira, 10, o Ministro do Planejamento, Dyogo Oliveira. A declaração foi dada na abertura do 9º Congresso de Anbina de Fundo de Investimentos, organizado pela Associação Brasileira dos Mercados Financeiros e de Capitais (Anbina). Segundo Dyogo, o país está saindo de 8 trimestres de recuo econômico.

O Ministro citou os dados da economia, como o Índice Nacional de Preço ao Consumidor  Amplo, IPCA, divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatítica, IBGE, e as projeções de crescimento do Produto Interno Bruto, PIB, do primeiro trimestre deste ano, que ficou em 0,9%. Para Dyogo, essa retomada econômica se deve ao trabalho árdua e de transparência realizado pelo governo. Apesar disto, a previsão é de que, pelo terceiro ano consecutivo, haja déficit primário. Segundo ele, o risco país caiu pela metade no primeiro trimestre de 2017 quando comparado com o mesmo período do ano passado por conta das reformas econômicas que o país passa.

Entre os pontos citados durante seu discurso, Dyogo ressaltou a redução do endividamento familiar, que teve uma queda de 30 pontos percentuais. Segundo ele, esta redução abre espaço para a retomada de crédito.