Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

As obras de intervenção na Avenida Alberto Nepomuceno e Rua José Avelino, em Fortaleza terão início no dia 15 de maio próximo. Por conta da intervenção da Prefeitura Municipal, ficou determinado que o último dia da feira da José Avelino está marcada para o dia anterior, 14. A obra da Rua José Avelino e Avenida Alberto Nepomuceno tem expectativa de conclusão de até três meses e contemplará requalificação total das vias. “A Rua José Avelino é tombada pela Prefeitura de Fortaleza. Todo o projeto já foi feito em cima das recomendações da Secretaria Municipal de Cultura e vai resgatar a história e devolver urbanizada para a Cidade”, comentou a secretária Municipal de Infraestrutura, Manuela Nogueira.

Segundo a Prefeitura de Fortaleza, a Rua José Avelino terá recuperação do calçamento, alargamento do passeio com acessividade, nova iluminação e paisagismo. Já a Avenida Alberto Nepomuceno receberá recapeamento do asfalto, acessibilidade nas calçadas, nova sinalização, paisagismo e implantação de ciclofaixas em ambos os lados do canteiro central. A via também ganhará um novo Ecoponto, onde os moradores poderão fazer o descarte do lixo.

O prefeito Roberto Cláudio ressaltou que no dia 14 de maio será o último dia da feira mais popular de Fortaleza que atrai compradores de todo o país, especialmente do Norte e Nordeste. Enquanto isso, os feirantes do entorno serão realocados para outros espaços.

“No começo desta gestão, iniciamos um diálogo para buscar justiça e ganho coletivo para a cidade. O que queremos é trazer ganhos econômicos em Fortaleza. Os comerciantes serão ordenados para espaços privados organizados, confortáveis e com mais consumidores vindo de fora da cidade para comprar”, disse o prefeito.

A Prefeitura de Fortaleza vai priorizar os comerciantes com menor volume de vendas para serem realocados nos mercados públicos. A Rua Filomeno Gomes deverá virar um novo corredor comercial, que receberá parte dos feirantes da José Avelino. Outros feirantes deverão concorrer a vagas em mercados públicos da cidade.

Cerca de 32 galpões que funcionam nas imediações da feira tem o mesmo prazo para ser regularizado. O titular da Regional do Centro destacou que a prefeitura está em busca de regularizar os galpões. “Os espaços que estiverem regulares, cumprindo as regras urbanas, com alvará e que produzirem boa economia para a cidade serão bem-vindos. Todos estavam em situação irregular, mas vamos dar apoio para que os galpões fiquem regularizados e funcionem adequadamente”, disse Adail.

Fonte: G1 CE