Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O presidente do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE), desembargador Gladyson Pontes, participou do lançamento do Programa de Ensino Médio Integral do Estado. A sessão ocorreu nesta segunda-feira (06/03), no Centro de Eventos, em Fortaleza, sob a condução do governador Camilo Santana.

Do total de 712 escolas estaduais, 71 oferecem o sistema integral e 116 são profissionalizantes, que ofertam cursos técnicos integrados ao ensino regular. O projeto contribui com as ações do “Pacto por um Ceará Pacífico”, no qual Judiciário, Executivo, Legislativo, sociedade, empresas e outras instituições atuam na prevenção e redução da criminalidade, além de construir cultura de paz.

O desembargador Gladyson Pontes destacou que a educação é fator essencial na vida de todo ser humano e que cabe ao poder público garantir ensino de qualidade. “Sem instrução, orientação, não chegaremos a lugar nenhum. Nesse sentido, é imprescindível o apoio governamental e as políticas para fortalecer a aprendizagem, oferecendo meios para que as pessoas possam se desenvolver intelectual e profissionalmente”.

Segundo o governador, a meta é investir fortemente no ensino em tempo integral. A medida contribui para reduzir a violência porque evita que os jovens fiquem ociosos e sejam vítimas de aliciamento do tráfico de drogas, por exemplo.

Além disso, os alunos terão atividades extracurriculares. “A nossa meta é que, no médio e no longo prazo, todas as escolas do Ensino Médio do Estado do Ceará sejam de tempo integral”.

Também participaram a vice-governadora Izolda Cela; o prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio; o deputado Tin Gomes, representando a Assembleia Legislativa; a defensora pública-geral do Ceará, Mariana Lobo; o presidente do Tribunal de Contas do Estado (TCE), conselheiro Edilberto Lima; o superintendente da Área Administrativa do TJCE, Luis Eduardo de Menezes; além de parlamentares, secretários, diretores e alunos da Capital e do Interior.

Com informação da A.I