Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Com o objetivo de comemorar a páscoa, o Serviço de Neonatologia da Santa Casa de Misericórdia de Sobral (SCMS), em parceria com o Grupo de Trabalho e Humanização (GTH) realizou nessa quarta-feira (08) um momento de oração e reflexão da palavra de Deus com as mães dos recém-nascidos internados na unidade de método Canguru. Comemoração contou com ensaio fotográfico temático sobre a páscoa e, distribuição de lembrancinhas às mamães.

De acordo com a coordenadora do Serviço de Neonatologia, da Unidade de Cuidados Intermediários Convencionais (UCINCo) e Unidade de Cuidados Intermediários Canguru (UCINCa), Andrea Ribeiro, realizar momentos festivos significa motivar as mães a continuarem na luta pelo bem-estar e rápida recuperação de seus filhos, e a páscoa é  tempo de celebração, motivação, paz e comunhão: “Que essa páscoa seja celebrada ao lado de quem mais amamos, com muita paz e harmonia”, destaca.

Durante a comemoração, Irmã Olga, membro da Assistência Religiosa do Hospital, enfatizou o real sentido da Páscoa: “O mistério de Jesus Cristo Ressuscitado, principalmente para a realidade na qual o mundo está inserido, é motivo de renovação, esperança e alegria”, enfatiza.

Humanização no cuidar

Verônica Mesquita, 20, é natural de Guaraciaba do Norte e mãe da pequena Ana Cecília de 1 mês e 10 dias. Para ela, a comemoração da páscoa foi especial, pois revela um retrato do carinho dos profissionais aos recém-nascidos prematuros: “Minha filha nasceu com 990 gramas, e está esperando chegar ao peso adequado para receber alta. Passou 12 dias na UTI (Unidade de Terapia Intensiva), 22 dias no berçário, e estamos há 10 dias na unidade de método canguru, e sempre notei os cuidados e carinho com a recuperação de todos os bebês da parte dos profissionais de saúde”, ressalta.

O pequeno Edgar Lorran de apenas dois meses nasceu com 1 kg e 600 gr. Sua mãe, a sobralense Thais Rodrigues, 18, destacou a comemoração da páscoa como um incentivo de força para continuar na luta: “Não é muito fácil, as várias situações que passam, o Edgar passou mais de 15 dias na UTI, mas está se recuperando bem. Agradecemos toda a equipe que possibilita todo o suporte que necessitamos”, declara Thais.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp